Afinal líder, elogiar as pessoas da sua equipe estraga ou não?

Afinal líder, elogiar as pessoas da sua equipe estraga ou não?

Afinal líder, elogiar as pessoas da sua equipe estraga ou não?
 
Com frequência nos grupos de PDL Coach os líderes me questionam sobre este tema e por isso decidi escrever para quebrarmos aqui alguns paradigmas e crenças limitantes!
 
A resposta a pergunta é:

NÃO, não estraga, muito pelo contrário. Elogiar potencializa, empodera, faz com que seu colaborador se sinta capaz e queira repetir o que fez de correto para lhe surpreender positivamente mais uma vez.

 
No entanto, se o mesmo for realizado sem técnica, pode ser ineficaz, gerando assim a crença negativa de que elogiar estraga. E é por isso que o paradigma “elogiar estraga” existe e muitas vezes está cristalizado no comportamento de muitos líderes. 
Essas técnicas e reflexões poderão ser aplicadas com sua equipe e também na sua vida pessoal, inclusive com seus filhos.
 

Aprendendo a técnica: COMO E QUANDO você líder deve elogiar?

 
 

 
1 – Diretamente para a pessoa
Sabe aquele pai que admira seu filho, que o elogia para todos os seus amigos, mas que nunca disse diretamente ao mesmo?
Um elogio/reconhecimento somente tem valor e poder se for dito diretamente para a pessoa. Portanto líder, se alguém do seu time merece um elogio não fale para os lados, diga diretamente ao mesmo (a).
 
2 – Sempre que o colaborador fizer algo expressivo, lhe surpreender positivamente com uma ação ou atividade inesperada;
 
3 – Quando perceber um esforço extra por parte do colaborador:
Por exemplo: se uma pessoa de sua equipe precisou se ausentar do trabalho e, imediatamente, o colaborador se oferece para ajudar e cobrir as atividades do colega. Nesse caso, o mínimo que você deve fazer, como líder, é agradecer, certo? 😉
 
4 – Avanços em direção a aprendizados:
Sabe aquele colaborador que está constantemente em busca de novos aprendizados? Buscando se aperfeiçoar e se preparar para novos desafios? Ele merece um reconhecimento, um elogio! Quando você reforça positivamente esse comportamento, o profissional fica mais motivado e evoluirá ainda mais.
 
5 – Sempre que for verdade:
Esta é a regra mais importante de todas. Nunca, nunca, nunca aja com inverdades com sua equipe – eles vão perceber. Dessa forma, sempre elogie o que de fato aconteceu, sempre com verdade.
 

Por que muitas vezes os líderes elogiam e, logo em seguida, ressaltam que: “Foi só elogiar, que acabei estragando”?

 

Certamente esse líder não foi específico, ou seja, elogiou de forma genérica e isso acarreta no resultado contrário.
 

Exemplos práticos de como prosseguir ao elogiar: 

 

Situação 1 – exemplo errado:

– Parabéns, Pedro! Seu trabalho está excelente!
 

Situação 1 – exemplo correto:

– Parabéns por ser um profissional organizado, Pedro! Você trabalha há seis meses comigo e nesse tempo, sempre que lhe pedi os relatórios financeiros, eles imediatamente foram localizados. Parabéns por sua organização!
 
Perceberam a diferença?
 
Na primeira situação fui genérica demais. Talvez Pedro tenha que evoluir alguns comportamentos e, se eu elogiar dizendo que está tudo excelente, ele irá considerar que não precisa melhorar em nada, que está tudo 100%. Se você, líder, quer bons resultados, precisa ser específico em seus elogios.
 

Outras dicas importantes

  • Elogie com entusiasmo e energia! Não adianta parabenizar um colaborador se você demonstra desânimo; dessa forma seu elogio não será eficaz. Fique sempre atento a sua linguagem verbal e corporal, as duas precisam ser coerentes.
  • Elogie no momento do feito, mostre que você está atento as pessoas, que você os percebe “vê vendo”!

 

Agora que você já sabe o poder que um elogio (reconhecimento) possui e já sabe como fazê-lo lhe pergunto:

– Há algum colaborador que mereça ser elogiado em sua equipe, líder?

Se sim, que tal chamá-lo na sua sala e já aplicar essa técnica agora mesmo?

 
Elogiar tem um poder de engajamento extraordinário. Portanto, não tenha medo, elogiar não estraga, aplique as técnicas aqui apresentadas e nos conte como foi a experiência!
Vamos adorar ver a sua evolução líder!
 

Concluo esse artigo com dois cases: 

Case 1
Tenho uma equipe com 10 colaboradores. Um deles, Luiz, está apresentando um resultado extraordinário em relação as vendas. É pró-ativo, focado e sabe se relacionar muito bem com os clientes internos e externos. Neste mês superou suas metas. 
Como líder, posso elogiar Luiz na frente de todos da equipe? Isso é certo ou errado?
 
Case 2
Tenho uma equipe com  10 colaboradores, 8 estão de parabéns pela excelente performance que apresentaram no último mês, estão engajados, focados e dando seu melhor na busca dos resultados da companhia.
No entanto, 2 colaboradores  (Pedro e Ana) não estão no mesmo ritmo do grupo, estão desengajados, atrasam com frequência, apresentam comportamento passivo agressivo e estão apresentando baixo resultado.
A pergunta é: posso fazer uma reunião e parabenizar todos da equipe (juntos) pelos resultados apresentados?
 
Na próxima semana lhe traremos técnicas sobre como e quando posso elogiar em grupo!
Responderemos estes dois cases e traremos outros exemplos para ajudar você líder a se sentir ainda mais seguro na condução dos feedbacks com seu time.
 

Gostou deste artigo? Conecte-se conosco! 

Quais outros temas você gostaria que escrevêssemos para você?
Deixe aqui seu comentário e nos estimule a ir além e contribuir cada vez mais com seu autodesenvolvimento!
 

Um abraço coach,
Vanusa Cardoso.
Psicóloga, Master coach e especialista em processos grupais.

3 Responses

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *